Desabrigados pernambucanos brigam por auxíio moradia de R$ 100

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 26 de maio de 2006 as 14:32, por: cdb

Representantes dos desabrigados das chuvas de duas comunidades do município de Jaboatão dos Guararapes, que estão vivendo provisoriamente em abrigos há cerca de um ano, conseguiram agendar, nesta terça-feira, um novo encontro com uma comissão de do governo estadual. Na ocasião será debatida a entrega do auxílio de R$ 100 às famílias, para que possam alugar moradias.

As famílias estão atualmente abrigadas em escolas, abrigos e creches, vivendo em barracões de lonas, sem condições de higiene. Os moradores decidiram cancelar o protesto que fariam hoje pelas ruas do centro da capital pernambucana depois da reunião entre líderes comunitários e a assessora da Secretaria estadual de Desenvolvimento Social e Cidadania, Laura Isabel, quando foi agendada a reunião. O governo do estado já repassou à prefeitura de Jaboatão o montante destinado ao pagamento do benefício às famílias, que se encontram em escolas públicas.

De acordo com o secretário municipal de Infra-Estrutura, José Marcos de Lima, a prioridade é atender as pessoas que estão ocupando as unidades de ensino, por causa do prejuízo aos estudantes.

– Temos consciência de que as vítimas das chuvas abrigadas em associações também precisam ser ajudadas e vamos tentar um acordo com o governo estadual para inclui no auxílio, as que ficaram de fora – declarou.

Ele informou que o governo federal assinou um convênio com o governo do estado para construir, num prazo de 180 dias, 640 casas em Jaboatão, em um terreno doado pela prefeitura da cidade.