Deputados dos EUA repudiam plano de Bush para o Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 16 de fevereiro de 2007 as 21:01, por: cdb

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou nesta sexta-feira uma resolução que critica a decisão do presidente George W. Bush de enviar mais tropas ao Iraque.  A crítica contou com o apoio de 17 parlamentares republicanos, que ajudaram os democratas a aprovar a resolução com 246 votos contra 182.

A votação acontece após dias de intenso debate. Os democratas deixaram claro que podem tentar tomar medidas mais duras para limitar as políticas de Bush.

O Senado deve votar uma resolução condenando o plano de Bush neste sábado, dia incomum para sessões na Casa.

Apesar de as duas medidas não serem obrigatórias para o governo, o presidente precisa do apoio do Legislativo para aprovar um fundo extra de US$ 93 bilhões para as tropas.

A votação da Câmara dos Deputados pôs fim ao primeiro debate sobre o Iraque desde que os democratas assumiram a maioria nas duas casas do Congresso em novembro.

A resolução afirma que a Câmara “vai continuar apoiando e protegendo” soldados americanos no Iraque, mas que “desaprova” o envio de mais 21,5 mil soldados.

Nos quatro dias de debate, cerca de 400 dos 434 parlamentares da Casa discursaram.
Bush havia afirmado na quinta-feira que esperava que o Congresso cumprisse sua promessa de apoiar os soldados do país.

– Nossos homens e mulheres em uniformes estão contando com seus líderes eleitos para darem o apoio que eles precisam para cumprir sua missão -, disse.

Na sexta-feira, Bush disse, após encontro com o primeiro-ministro Nouri Maliki, que o governo iraquiano estava progredindo no cumprimento das metas.

O presidente americano não comentou a votação na Câmara por estar, segundo seu porta-voz, ocupado demais para acompanhar.