Democracia: Eixo central na Cúpula Social do Mercosul

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 27 de junho de 2012 as 14:44, por: cdb

A XV Cúpula Social do Mercado Comum do Sul (Mercosul) começará hoje (27) na cidade argentina de Mendonza com um tema central em sua agenda: O papel e a importância de resguardar a democracia na região. O fórum, para o qual se espera a presença de cerca de 800 participantes, começará às 15h local no estádio coberto Vicente Polimeni.

Na quinta (28), em seu segundo dia de atividades, os debates na Cúpula Social do Mercosul girarão fundamentalmente em torno da participação cidadã e dos direitos humanos na América do Sul.

O encerramento do encontro, segundo reportagens da imprensa, será realizado pela ministra de Desenvolvimento Social Alicia Kirchner e se espera que possam participar também os presidentes do Uruguai, José Mujica, e da Argentina, Cristina Fernández.

Em sua décima quinta edição, a Cúpula Social do Mercosul acontece poucos dias depois de ter acontecido um golpe político-parlamentar no Paraguai, que resultou com a realização de um apressado impeachment e a derrubada do presidente constitucional, Fernando Lugo.

O fórum possibilitará também um trabalho contínuo para fortalecer a ideia que se consolidou em Brasília há seis anos: A de assegurar a participação das organizações da sociedade civil nas diretrizes das políticas públicas.

Em janeiro de 2007, a nomeação de 32 chefes de Estado do Mercosul, celebrada no Rio de Janeiro, resolveu integrar a Cúpula Social como atividade permanente no marco das reuniões de presidentes que acontecem duas vezes por ano, e cuja próxima edição acontecerá nesta sexta-feira em Mendonza.

A notícia é da Prensa Latina