Demanda por voos domésticos cresce 7,3% em dezembro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 25 de janeiro de 2012 as 13:52, por: cdb

A demanda por voos no mercado doméstico brasileiro apresentou crescimento de 7,27% em dezembro em relação ao mesmo mês de 2011, enquanto a oferta de assentos, no mesmo período, avançou 9,14%, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

gol
No mercado internacional, a TAM se manteve na liderança do mercado com 88,94% de participação enquanto a fatia de Gol caiu de 13,12% para 9,74%

No acumulado do ano, a demanda cresceu 15,72%, e a oferta, 12,94%. Desde 2002, já são 194% de crescimento na demanda interna, segundo a agência.

De acordo com a agência reguladora, no mês passado as participações de mercado das duas maiores companhias aéreas recuou na comparação anual: a da TAM recuou de 44,07% para 40,96%, enquanto a da Gol foi de 37,06% para 34,56%.

Entretanto, se for incluída a participação de mercado da WebJet -adquirida em julho do ano passado- a Gol chega a um market share de 40,48% no último mês de 2011.

A Azul se manteve na terceira posição do mercado doméstico, com participação de 9,6%, acima dos 7,57% obtidos em dezembro de 2010.

No acumulado do ano, a participação de mercado da TAM caiu de 42,76% para 41,19%, enquanto a da Gol recuou de 39,63% para 37,37%. A Azul, contudo, obteve um aumento de 6,03% para 8,56% do mercado em 2011.

Em dezembro, a taxa de ocupação no mercado doméstico foi de 70,4%, contra 71,62% no mesmo mês do ano anterior. No acumulado de 2011, entretanto, a taxa foi de 70,18%, acima dos 68,5% obtidos em 2010.

Mercado Internacional

No mercado internacional, a TAM se manteve na liderança do mercado com 88,94% de participação, contra 85,86% no mesmo mês de 2010, enquanto a fatia de Gol caiu de 13,12% para 9,74%.

A TAM fechou 2011 com 88,1% de participação e a Gol, com 10,62%.

– Em relação ao mercado internacional operado por empresas brasileiras, esse setor apresentou crescimento anual de demanda de 11% em 2011 sobre 2010. No acumulado de 2006 e 2011, a expansão dessa demanda foi de 62%– afirmou a Anac em comunicado.