Delegado que acompanhou caso João Hélio agradece apoio e se emociona

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007 as 11:36, por: cdb

O delegado titular da 30ª DP (Marechal Hermes) encaminhou, na última sexta-feira, o inquérito policial número 028-00646/2007 à Justiça. Ainda sensibilizado pelo drama da família e da sociedade em relação ao bárbaro crime ao qual foi submetido o pequeno João Hélio Fernandes Vieites, de 6 anos, o delegado, ao término do trabalho de sua equipe, destacou:

– Como forma de agradecimento e com o sentimento de dever cumprido que já tive em meus mais de 30 anos de polícia, sei que Deus iluminou meu caminho e de minha equipe para que pudéssemos realizar todo o trabalho. Apesar de lamentar e sofrer por tudo que aconteceu, sinto-me gratificado por ter trabalhado com pessoas tão dedicadas.

É meu dever agradecer a cada um, especialmente às pessoas que exerceram a cidadania, denunciando os criminosos, aos policiais do 9º BPM (Rocha Miranda), a toda imprensa que, além de abordar a matéria respeitando a dor da família, ajudou-nos divulgando fotos dos procurados e retendo informações até o momento mais oportuno para exibí-las, sem prejudicar a investigação.

Agradeço, também, ao secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, ao chefe de Polícia, Gilberto Ribeiro, ao diretor de Polícia da Capital,. Sergio Caldas, e ao Comandante da Polícia Militar, Coronel Ubiratan Ângelo, que em todos os momentos me apoiaram e confiaram em meu trabalho e de minha equipe.

À família de João, meu mais profundo pesar, acreditando que Deus estará amparando seu menino no colo e protegendo-o para sempre.

À sociedade, fica marcado um ponto para reflexão. Importa-nos punir os culpados mas, acima de tudo, evitar que aconteça novamente -. 

Hércules Pires do Nascimento