Defensores brasileiros e uruguaios discutem Direito de Família e Práticas Jurídicas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de novembro de 2012 as 10:18, por: cdb

Da Agência Brasil 

Brasília – Defensores públicos brasileiros e uruguaios debatem sobre Direito de Família e Práticas Jurídicas, no 3º Curso de Capacitação de Defensores, que ocorre de hoje (26) até sexta-feira (30). O defensor público-geral federal Haman Tabosa de Moraes e Córdova disse que o objetivo é  “estreitar” as relações institucionais com a troca de experiências e reforçar os laços com os países do Mercosul.

O defensor público uruguaio Alejandro Jose Bonanni Fernandez elogiou a iniciativa e disse que a troca de experiências é positiva para todos. Durante o curso, os defensores discutirão sobre a  promoção de intercâmbio técnico e a construção coletiva de conhecimento. Brasil e Uruguai têm um acordo bilateral de cooperação científica e técnica.

O curso inclui visitas técnicas a instituições jurídicas brasileiras – como as unidades da Defensoria Pública da União, da Defensoria Pública do Distrito Federal e o Supremo Tribunal Federal. Um dos locais a ser visitado será o Núcleo do Gama para examinar, entre outros aspectos, a execução da Lei Maria da Penha.

A Lei Maria da Penha tipifica criminalmente a violência doméstica e, segundo especialistas, é um marco legal que consolida um caminho a ser ampliado por meio da responsabilização dos agressores.

Edição: Denise Griesinger