Décima rodada tem média de 3,5 gols

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 11 de setembro de 2002 as 23:58, por: cdb

O torcedor que acompanhou a rodada desta quarta-feira do Campeonato Brasileiro não tem do que reclamar. Foram nada menos que 28 gols em oito partidas, uma média de 3,5 por jogo. Quatro confrontos tiveram cinco ou mais gols, enquanto em apenas um dos jogos a rede balançou somente uma vez.

No Maracanã, Flamengo e Atlético-PR fizeram uma partida de cinco gols, com vantagem para o rubro-negro carioca, que venceu por 3 x 2. O terceiro gol do Fla saiu de pênalti duvidoso de Cocito sobre Felipe Mello, que Iranildo converteu.

O resultado interrompeu uma série invicta de sete partidas do Furacão e impediu que o clube paranaense assumisse a liderança provisória.

A surpresa da rodada foi a vitória da Portuguesa sobre o embalado São Caetano, também por 3 x 2. Jogando em casa, a Lusa dominou o primeiro tempo e abriu vantagem de 3 x 0 -gols de Édson Pelé (2) e Alexandre Gaúcho. Na segunda etapa, o Azulão reagiu e diminuiu com dois gols de Adhemar, mas não teve forças para chegar ao empate.

No Couto Pereira, o Santos até chegou a sair na frente, mas se descontrolou em campo e permitiu a virada do Coxa. Diego colcou o time paulista em vantagem de 2 x 0, mas o Coritiba virou o placar em quatro minutos, com gols de Lúcio Flávio, Edinho Baiano e Reginaldo Araújo. Na segunda etapa, Da Silva completou os 4 x 2.

O resultado manteve o tabu santista de não vencer fora de casa há 11 meses e colocou o Coritiba na quarta posição, com 16 pontos.

Em partida emocionante, o Inter bateu o Palmeiras por 3 x 2 no Beira-Rio. Luiz Alberto e Fernando Baiano colocaram o time gaúcho na frente, mas Nenê e César empataram para os paulistas. Nos minutos finais, Cris marcou de cabeça e garantiu a vitória dos donos da casa. A vitória colocou o Inter na sexta posição, com 16 pontos, e manteve o Palmeiras na zona de rebaixamento, com sete pontos.

No jogo com menos gols nesta quarta, a Ponte Preta, que não vencia há quatro rodadas, quebrou o jejum ao bater o Paraná por 1 x 0. O autor do gol da vitória foi o veterano atacante Macedo, ex-São Paulo. Agora, a Ponte tem 11 pontos em nove jogos, enquanto o Paraná soma nove pontos em oito partidas.

Em Salvador, o Bahia saiu na frente do Grêmio logo no primeiro minuto de jogo, com gol de Róbson, mas não conseguiu segurar o resultado e cedeu o empate. Gilberto marcou para o time gaúcho aos 25min do segundo tempo.

O resultado foi ruim para ambas as equipes, que ocupam as últimas posições na tabela. Em nove partida, o Grêmio tem 10 pontos ganhos, enquanto o Bahia soma apenas oito pontos.

Em Belém, o Paysandu bateu o Vasco por 2 x 0, gols de Albertinho e Jóbson, interrompendo uma série de três derrotas consecutivas na competição. O resultado tirou o time paraense da lanterna, que passou para as mãos do Figueirense.

Atuando pela primeira vez em Florianópolis neste Brasileiro (perdeu o mando de dois jogos por causa da invasão de campo na final da Série B em 2001), o Figueirense voltou a decepcionar sua torcida e perdeu para o Vitória por 2 x 0, gols de André e Samir. O clube catarinense segue com cinco pontos, um a menos que os penúltimos colocados Goiás e Paysandu.