Davenport e Serena Williams vão decidir na Austrália

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de janeiro de 2005 as 11:58, por: cdb

A americana Lindsay Davenport (1) venceu, nesta quinta-feira, a francesa Nathalie Dechy por 2-6, 7-6 (5) e 6-4 em duas horas e quatro minutos, após estar a apenas dois pontos da derrota, e se classificou para disputar pela segunda vez em sua carreira a final do Aberto da Austrália. Davenport, campeã de 2000, enfrentará na final sua compatriota Serena Williams (7).

Quem primeiro garantiu vaga na final foi Serena, ex-número um do mundo e atual sétima do ranking da WTA. Ela teve de salvar três match points no terceiro set, quando Sharapova sacou em 5/4. A bela russa, de apenas 17 anos e quarta tenista do mundo, desperdiçou as chances e viu Serena depois fechar a partida, parciais de 2/6, 7/5 e 8/6. No ano passado, Serena havia perdido para Sharapova as decisões de Wimbledon e do Masters da WTA.

Já Davenport, atual líder do ranking, esteve perto também de perder de Dechy, que teve chances de fechar a partida no segundo set, quando vencia por 5/4 e estava próxima de conseguir um break-point, mas a americana ganhou três pontos seguidos e acabou levando a decisão para o tie-break, onde se deu bem. No final, Davenport fechou em 2/6, 7/6 (7/5) e 6/4.

Esta será a primeira final de Grand Slam de Davenport desde a disputa da decisão do US Open 2000, quando ela ficou com o título ao superar a suíça Martina Hingis.

Serena, por sua vez, não perde em Melbourne desde as quartas-de-final de 2001. No ano seguinte, ficou de fora por contusão. Em 2003 foi campeã, mas novamente não foi à Austrália na última temporada devido à cirurgia no joelho direito.

A vantagem no confronto direto é da mais nova das irmãs Williams, com nove vitórias e quatro derrotas. No entanto, nos dois últimos encontros, ambos no ano passado, Davenport saiu vitoriosa.