Daspu prepara lançamento de roupas íntimas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 23 de novembro de 2006 as 21:59, por: cdb

A Daspu, grife da Ong Davida, se prepara para lançar sua linha exportação. Para ultrapassar as fronteiras até a Galerie Lafayette. A Ong, que reúne prostitutas do Rio, acerta os últimos ponteiros para colocar na rua sua coleção de lingerie. Depois de conquistar a mídia e as mulheres brasileiras, em julho do ano passado, a Daspu virou alvo de matérias de jornais ao redor de toda a Europa. Foi o suficiente para que os convites para representações no exterior começassem a surgir.

A princípio, serão cinco looks completos, com calcinha, sutiã, liga, hobby e corpete.
Para se adaptar aos corpos das brasileiras e das européias, serão lançadas duas versões da coleção. Entre as estampas já escolhidas, posições do Kama Sutra, patchwork, maçã do amor, e popart com fotos de camisetas da grife. Desde a inauguração, a Daspu já vendeu mais de 20 mil camisetas. Todas, claro, com frases polêmicas, como “Mulheres perdidas são as mais procuradas” ou, a campeã de vendas, “Somos más. Podemos ser piores”.

Com tanto bom humor, a negociação com a famosa galeria francesa começou, de fato, em setembro, quando a Moda Fusão, parceira da marca, levou algumas peças para exibição na prêt-à-porter de Paris e surgiu a idéia da linha de lingerie.