Dalai Lama se comove ao visitar local das Terres Gêmeas em Nova York

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 17 de setembro de 2003 as 22:29, por: cdb

O Dalai Lama, que está de visita em Nova York, expressou nesta quarta-feira sua comoção ao ver o enorme buraco da “zona zero”, onde ficavam as Torres Gêmeas que foram destruídas nos atentados de 11 de setembro de 2001.

O líder espiritual exilado do Tibete também expressou solidariedade aos familiares das vítimas, que “sofreram uma enorme tragédia como resultado deste crime inimaginável”.

O Dalai Lama fez suas declarações em uma entrevista coletiva, na qual compareceu vestido sua habitual vestimenta de cor açafrão, acompanhado pelo ator Richard Gere e pelo compositor Philip Glass.

Ele acrescentou que os americanos devem transformar esta tragédia em algo positivo e disse ter observado que os nova-iorquinos se tornaram “mais compassivos”, como demonstraram durante o blecaute ocorrido recentemente.

Talvez se possa dizer que uma das conseqüências da tragédia tenha sido unir as pessoas. Em geral, há um maior sentimento de comunidade e de solidariedade uns com os outros”, afirmou.

O Dalai Lama se reuniu semana passada em Washington com o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e com o secretário americano de Estado, Colin Powell, assim como com membros do Congresso para tentar conseguir apoio à causa da independência do Tibete.

O líder espiritual, que permanecerá nos EUA até o dia 24 de setembro, tem previsto reunir este domingo milhares de nova-iorquinos no Central Park de Nova York.