DAE Jundiaí adota sistema de leitura simultânea

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 15:26, por: cdb

A partir de 1º de março, a DAE passa a realizar a leitura simultânea, um método mais ágil para medir o consumo de água, que substituirá o sistema antigo (que consistia em duas visitas feitas pelo leiturista em cada residência – uma para ler e outra para entregar a conta). Com o novo sistema, o agente comercial (antigo leiturista) realizará apenas uma visita, onde fará a leitura e, utilizando um equipamento conectado à internet, coletará os dados e emitirá a conta para o cliente na mesma hora.

Para Engholm, o novo procedimento será mais rápido e preciso

Este serviço passou por testes na região do Eloy Chaves, com o acompanhamento de técnicos para verificar possíveis falhas e adequar exatamente a leitura nova com a anterior. Cerca de 250 medições serão feitas diariamente, por cada um dos 30 agentes comerciais. A mudança do sistema permitirá, inclusive, a impressão de segundas vias de contas, serviço que também continua disponível pelo site da empresa.

Impressas, as contas serão entregues ao responsável pelo imóvel. Caso o responsável não esteja presente no local, as faturas poderão ser depositadas nas caixas de correio, colocadas sob as portas ou deixadas em outros locais previamente indicados pelos clientes.

No antigo formato de leitura, os agentes tinham que anotar o consumo, levar as informações até a empresa, lançar os dados no sistema de cobrança para que depois a conta fosse calculada, emitida e entregue. “Esse processo era muito demorado”, afirma o diretor-presidente da DAE, Wilson Roberto Engholm. Para ele, o novo procedimento será mais rápido e preciso. “Os dados agora são enviados para a DAE em tempo real e os clientes poderão acompanhar efetivamente a leitura e, até mesmo, solucionar dúvidas com os nossos agentes.”

Para o morador do bairro Eloy Chaves, Severino Braga da Silva, servidor público aposentado, a novidade foi bem recebida. “Achei interessante a ideia e acredito que será de fácil adaptação para a população”, opina.

Nova roteirização

Até o último mês, pelo método antigo de leitura, os agentes visitavam cerca de 400 imóveis diariamente. Em função desta mudança e para adequação ao novo sistema de cobrança, o roteiro das visitas também foi modificado. Nesta fase de transição, para adequarem-se à nova setorização da cidade, os agentes poderão passar mais de uma vez nas residências, fazendo a leitura de um período menor de dias.

“Algumas casas receberão duas contas num mesmo mês, com um intervalo menor que 30 dias entre ambas”, afirma Wilson Engholm, lembrando que um dos valores será bem abaixo do normal porque será referente ao período equivalente à leitura realizada. “A partir do mês seguinte, as contas serão enviadas na data definitiva, considerando o mês completo.”

Foto: Divulgação