Da Sub-17 à Principal

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 07:08, por: cdb

 Das 17 jogadoras que estão concentradas em Boston, 13 passaram pelas categorias de base da Seleção Brasileira

– Foto: CBF

A Seleção Brasileira Feminina Sub-17 se sagrou bicampeãsul-americana. Conquistou o título de forma invicta neste domingo,contra o Uruguai, por 1 a 0, em Sucre na Bolívia. Só que além detítulos, as divisões de base também devem revelar jogadoras para aSeleção Principal, e é exatamente isso que tem acontecido.Das 17 jogadoras que estão concentradas em Boston, nos EstadosUnidos, com a Seleção Feminina, 13 passaram pelas categorias debase do Brasil. As veteranas Marta, Renata Costa, Maurine e Bagécomeçaram na Sub-19. Na época delas ainda não existia a categoriaSub-17.Do grupo atual da Principal, Thaisinha, Bia e Rafaelle são asúnicas que estiveram na Sub-17 e na Sub-20. As três disputaram oSul-Americano do Chile e o Mundial da Nova Zelândia, em 2008, com aSub-17. Estas foram as primeiras competições representando aSeleção Brasileira.Dois anos depois, em 2010, Bia e Thaisinha voltaram maisexperientes para a Sub-20. A atacante era a camisa 10 e capitã daequipe.- Quando cheguei na Seleção em 2008, não tinha nenhumaexperiência, fui crescendo dentro de campo e aprendendo muito com otrabalho da base – conta Thaisinha.Thaisinha, Bia e Rafaelle valorizam muito o trabalho de basefeito pela CBF no futebol feminino.- Somente alguns clubes têm equipes sub-17 e sub-20 feminina,por isso é muito importante o trabalho da CBF, valorizando asmeninas cada vez mais novas na modalidade – elogia Thaisinha.Para a lateral-esquerda Rafaelle, foi nas seleções de base que ajogadora começou a se desenvolver e trocar experiência com meninasque atuavam em outros clubes.- Na Sub-17 foi o período que mais aprendi. Foi um crescimentofísico, técnico e tatico. Acredito que tudo que eu fiz nas equipesde base me trouxeram para a equipe principal.Bia e Thaisinha, que atuam no Brasil, tiveram a oportunidade deconhecer as meninas da Sub-17 que foram campeãs sul-americanas,pois a Principal ficou hospedada na Granja Comary durante a últimaetapa de preparação das mais novas para a competição.- As meninas têm muito talento, tenho a certeza de que em algunsanos algumas delas estarão na Principal – enfatizou a atacante.Andressinha, que fez o gol do título na final do Sul-AmericanoSub-17 na Bolívia, também disputou o Sul-Americano Sub-20, noinício do ano, em Curitiba.- Eu e a Thaisinha conhecemos a Andressinha no início do ano e agente criou uma amizade muito boa. Tentamos passar para ela umpouco da nossa experiência na base e na principal. Tenho certezaque ela procurou ajudar as suas companheiras agora na Bolívia.O próximo desafio da Seleção Brasileira Feminina Sub-17 em 2012é o Mundial, que será disputado no Azerbaijão, de 22 de setembro a13 de outubro.