Cruzeiro passa fácil pelo Fla

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 8 de outubro de 2003 as 23:45, por: cdb

O Cruzeiro consolidou ainda mais sua condição de líder no Campeonato Brasileiro. Com gols de Edu Dracena e Alex Alves, o time mineiro fez 2 x 0 no Flamengo, nesta quarta-feira, no Mineirão, e disparou na ponta da competição. Com 73 pontos, A Raposa colocou dez de vantagem sobre o Santos, vice-líder. Já o time carioca estacionou nos 45 pontos.

O próximo compromisso do Cruzeiro será o Atlético, domingo, também no Mineirão. O Rubro-Negro, por sua vez, enfrentará o Vasco no clássico carioca, no mesmo dia, no Maracanã.

O Cruzeiro começou tentando pressionar o Rubro-Negro carioca e, logo aos 3 minutos, o zagueiro Henrique se atrapalhou e, de forma grosseira, perdeu a bola para Alex. O meia rolou para Aristizábal, que tentou por cobertura, mas sem sucesso, dando mostras que a Raposa partia para decidir de início.

Aos 14, Alex cobrou falta da entrada da área e a bola passou à direita de Diego, com muito perigo. Aos 22 minutos, os mineiros voltaram a chegar forte no gol de Diego. Alex arriscou da meia Lua e o jovem goleiro rubro-negro defendeu com segurança.

No minuto seguinte, no entanto, o Flamengo conseguiu organizar seu primeiro ataque e por pouco não abriu o marcador. Edílson invadiu a área em velocidade e tocou no canto esquerdo. A bola caprichosamente bateu na trave e sobrou para a zaga cruzeirense afastar.

O lance acordou o líder do campeonato que passou a buscar mais o ataque. Aos 29 minutos, o lateral Leandro fez boa jogada pela esquerda e a bola sobrou para Alex, que colocou com categoria, rasteiro, tirando tinta da trave direita do time da Gávea.

Para a segunda etapa, o treinador Vanderlei Luxemburgo colocou Zinho em lugar de Wendell. A alteração deu mais disposição ao time celeste que, logo no primeiro minuto, quase abriu o placar, quando Mota arrematou mal um cruzamento da esquerda.

Aos 4, o novo ânimo do time cruzeirense deu resultado. Falta para o time da casa. Alex cobrou, Edu Dracena desviou e abriu o marcador para o Cruzeiro.

O gol animou a Raposa que por pouco não ampliou aos 7 minutos, quando Alex fez boa jogada na área, mas chutou por cima.

Aos 12, finalmente o Rubro-Negro conseguiu um chute ao gol. André Gomes cobrou falta com violência, mas a bola passou sobre o travessão. No minuto seguinte, o Fla veio de novo. Jean escapou pela direita e fuzilou, Gomes espalmou, mas Jonatas não alcançou o rebote.

A Raposa deu a resposta aos 25, quando Leandro tocou para Márcio mandar uma bomba de fora da área para boa defesa de Diego.

O líder do campeonato continuava buscando seu segundo gol e, aos 35 minutos, Zinho cruzou da esquerda e Alex Alves testou no canto direito, sem chances para Diego: 2 x 0.

O gol fez explodir de alegria a torcida celeste, que começou a gritar: É, campeão!

Dada a saída, por pouco o Cruzeiro não ampliou com Márcio, que perdeu livre diante do goleiro rubro-negro, que fez a defesa.

Com a vitória garantida, a equipe celeste passou a administrar o marcador até o apito final do árbitro Wilson Seneme.

CRUZEIRO 2 x 0 FLAMANGO

Cruzeiro
Gomes, Maurinho, Cris, Edu Dracena e Leandro; Maldonado, Recife, Alex e Wendell (Zinho); Mota e Aristizábal (Márcio Nobre).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Flamengo
Diego, Rafael, Henrique, Fabiano Eller e Anderson; Fabinho (Yan), André Gomes, Jonatas e Igor (Fernando Diniz); Jean (Zé Carlos) e Edílson.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Data: 8/10/2003 (quarta-feira)
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Wilson Luis Seneme (SP)
Assistentes: Francisco Rubens Feitosa (SP) e Giovani Cesar Cansian (SP)
Cartões amarelos: Alex, Fabinho, Zé Carlos, Jonatas.
Gols: Edu Dracena, aos 4min, Alex Alves, aos 35min, do segundo tempo.