Crime na Estácio tem solução próxima

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de maio de 2003 as 22:17, por: cdb

A Polícia Civil do Rio de Janeiro, que trabalha nas investigações do tiroteio que atingiu a estudante Luciana Neves, em 5 de maio, na Universidade Estácio de Sá, acredita que o caso pode ser resolvido até o final desta semana. Luciana foi baleada no rosto dentro do pátio da instituição, e corre o risco de ficar tetraplégica.

O gerente da empresa responsável pelo monitoramento da Universidade através das câmeras do circuito interno falou nesta segunda-feira sobre a qualidade inferior das imagens entregues à polícia. De acordo com o Jornal Nacional, da TV Globo, imagens encontradas nos computadores da instituição eram mais claras e permitiram a identificação de 12 suspeitos.