Criado o serviço do Disque-Marquise no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de março de 2007 as 11:03, por: cdb

Para evitar que acidentes como o desabamento da marquise de um hotel em Copacabana, na Zona Sul do Rio, no dia 26 de fevereiro, que matou duas pessoas e deixou oito feridas, o vereador Charbel Zaib, líder do PDT na Câmara Municipal, criou o Disque-Marquise, serviço que receberá denúncia de moradores dos diversos bairros, sobre o estado das marquises existentes.

De acordo com o vereador, as denúncias serão encaminhadas por meio de ofício aos órgãos responsáveis. Elas serão monitoradas pelo gabinete, que cobrará desses setores uma resposta imediata. – Tenho certeza que juntos poderemos melhorar a segurança e a qualidade de vida da nossa população – afirmou Zaib.

O Disque-Marquise atenderá de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, pelo número 3814-2021.

Prefeitura proíbe marquises de concreto

Após14 dias  do desabamento da marquise de um hotel, em Copacabana, um decreto publicado, nesta segunda-feira, no Diário Oficial do Município do Rio, proíbe a construção de marquises de concreto armado ou metálicas sobre calçadas e outros locais públicos. No licenciamento de reformas, modificações e acréscimos em imóveis, será exigida a demolição das marquises existentes.