Criação de uma nova ordem mundial é denuncia por Guterres

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de março de 2003 as 14:44, por: cdb

O presidente da Internacional Socialista (IS), o português Antonio Guterres, disse nesta terça-feira que “o que está em jogo não é a situação no Iraque, mas a criação de uma nova ordem mundial”.

Em uma entrevista à rádio TSF, Guterres disse que “neste momento a situação é tão grave em nível mundial que o que preocupa mais é a substância das coisas”, o surgimento de uma potência dominante que quer adaptar o mundo “a suas idéias e interesses”.

“A maior parte da opinião pública é claramente a favor do desarmamento do Iraque sob vigilância das Nações Unidas, dando prioridade aos métodos políticos e diplomáticos. Tudo indica que se não existisse esse frenesi guerreiro, se poderia encontrar uma solução adequada”, acrescentou.

Guterres destacou que espera que o Conselho de Segurança da ONU se coloque “à altura de suas responsabilidades e que saiba dizer não ao Governo americano”.

O ex-primeiro-ministro português disse que suas posições são contrárias a de seu sucessor, o social-democrata José Manuel Durão Barroso, que expressou seu apoio inequívoco aos Estados Unidos na crise iraquiana.