Crescimento industrial se manteve em novembro e dezembro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 10 de fevereiro de 2005 as 11:59, por: cdb

A produção industrial do país cresceu 0,6% de novembro para dezembro, alcançando 16 dos 23 ramos abrangidos pela pesquisa industrial mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgada nesta quinta-feira. Os principais destaques foram para a produção de refino de petróleo e produção de álcool (7,6%), produtos de metal (7,6%), produtos de metal (7,6%), alimentos (1,2%), veículos automotores (1,5%) e farmacêutica (4,3%).

Entre os sete segmentos em queda, os destaques foram material eletrônico e equipamentos de comunicações (-7,5%) e máquinas e equipamentos (-3,2%).

A pesquisa mostra, também, que o setor industrial sustentou, ao longo de 2004, taxas positivas, mesmo quando comparado com os últimos meses de 2003, em que a produção já mantinha uma trajetória de crescimento. No último trimestre de 2004, frente a igual período de 2003, a indústria cresceu 6,3%. Neste período, a produção de bens de consumo duráveis (automóveis, geladeira, fogão) cresceu 15,0% e a dos setores de bens de capital (máquinas e equipamentos) e de bens intermediários (insumos) registraram, ambas, avanço de 6,9%. O desempenho da categoria de bens de consumo semiduráveis e não duráveis foi de 4,2% no período.