CPI do Tráfico de Armas ouve advogados de membros do PCC

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 22 de maio de 2006 as 11:11, por: cdb

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Armas marcou para esta terça-feira uma audiência para ouvir os advogados Maria Cristina Souza Rachado e Sérgio Wesley da Cunha, que defendem integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC). Na última quarta-feira, o ex-funcionário da Câmara Arthur Vinicius da Silva disse ter vendido aos dois uma fita com o áudio de sessão reservada do dia 10 de maio, na qual foram ouvidos dois responsáveis por investigações sobre o crime organizado: Rui Ferraz, delegado titular do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), e Godofredo Bittencourt, diretor do Deic.

Além disso, os deputados deverão definir a data e o local em que será ouvido o líder do PCC, Marco Camacho, o Marcola. Os parlamentares vão discutir se ele será ouvido na Câmara ou no presídio onde cumpre pena, em Presidente Bernardes (SP).