CPI do Trabalho Escravo ouvirá depoimentos de donos de lojas de roupas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 25 de junho de 2012 as 15:26, por: cdb

Deputados querem apurar denúncias de que funcionários da rede estariam recebendo menos de um salário mínimo, apesar de cumprir jornada de 44 horas semanais.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Trabalho Escravo vai ouvir na quarta-feira (27) depoimentos de dirigentes de lojas de roupas que foram convocados para comparecer à comissão.

A audiência pública será realizada às 13h30, no Plenário 12, e contará com a presença dos seguintes dirigentes:
– diretora de Marketing da Gregory, Andréa Duca;
– diretor-jurídico das Lojas Pernambucanas, Eduardo Cidade da Silva;
– diretor de Marketing da C&A, Elio França;
– diretor comercial das Lojas Marisa, Roberto Sampaio;
– administrador da Sociedade Zara, João Pedro Fernandes de Castro Braga; e
– proprietário das Lojas Collins, Won Kyu Lee.

Em seguida, os parlamentares vão votar requerimentos.

Reportagem – Luiz Cláudio Canuto
Edição – Pierre Triboli