CPI do Banestado: Empresário nega depoimento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de outubro de 2003 as 16:14, por: cdb

Diante da recusa do empresário José Paschoal Constantini em depor na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPI) do Banestado, que está em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, a Comissão adiou os demais depoimentos marcados para esta terça-feira. O empresário foi convocado porque há indícios de que suas empresas teriam funcionado como fachada para transferência de dólares para o exterior.

A princípio a CPI ouviria o preso Humberto Sestini, para saber se mantinha acusação ao ex-governador e hoje deputado federal Luiz Antonio Fleury (PTB-SP), de ter enviado ilegalmente dinheiro para o exterior, via Banestado.

Os membros da CPI decidiram que o depoimento de Sestini será coletado no mesmo dia em que Constantini resolver se apresentar. A nova data para os depoimentos em São José do Rio Preto ainda não foi definida. A CPI viaja nesta quarta-feira para Campinas para novas investigações.