Corregedor apresentará relatório sobre Jaqueline na próxima semana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 30 de março de 2011 as 16:40, por: cdb

David RibeiroEduardo da Fonte: relatório pode servir de base para o Conselho de Ética.

O corregedor da Câmara, deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), disse nesta quarta-feira (30) que apresentará na próxima semana seu relatório sobre o caso Jaqueline Roriz (PMN-DF) à Mesa Diretora. O documento poderá subsidiar o processo disciplinar contra a deputada no Conselho de Ética.

Jaqueline foi filmada em 2006 recebendo dinheiro de Durval Barbosa, operador e delator do esquema de corrupção conhecido como mensalão do DEM. Após a divulgação das imagens, o Psol fez um pedido de investigação do caso à Corregedoria  e pediu a abertura de processo disciplinar contra a deputada no Conselho de Ética.

O advogado de Jaqueline, Eduardo Alckmin, já apresentou a defesa da deputada à Corregedoria, na qual preferiu não se manifestar sobre as denúncias. Ele argumentou apenas que a investigação na Corregedoria está prejudicada porque seu objetivo seria somente provocar a abertura de um processo disciplinar no Conselho de Ética, o que já ocorreu.

Verbas indenizatórias
Na última sexta-feira (25), o Psol apresentou um aditivo ao pedido de investigação feito à Corregedoria, para que o setor examine também denúncia de suposto uso irregular de verba indenizatória da Câmara. Jaqueline teria usado parte desses recursos para pagar despesas de uma sala de propriedade de seu marido, Manoel Neto.

Por causa do aditivo, foi reaberto o prazo de defesa da deputada. Ela e seus advogados têm até terça-feira (5) para apresentar seus argumentos sobre o aditivo, por escrito. A manifestação da deputada não é obrigatória.

Reportagem – Carolina Pompeu
Edição – Daniella Cronemberger