Corpos estão prontos para resgate no Paraná

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 8 de outubro de 2003 as 10:15, por: cdb

As equipes de resgate conseguiram realizar nesta terça-feira trabalhos por terra e preparar os corpos do presidente do PTB, deputado federal José Carlos Martinez, e das outras três vítimas do acidente aéreo de sábado na serra do Mar no Paraná para a retirada por içamento de helicóptero programada para nesta quarta-feira. No entanto, a Aeronáutica aguarda melhora no tempo para que seja possível aproximação de aeronaves no local.

Segundo o jornal Folha de São Paulo,quando as escavações foram interrompidas, no fim da tarde de ontem, os corpos já estavam embalados para o translado.

O transporte por terra foi descartado por causa da topografia acidentada da serra e da previsão de tempo ruim para a noite. Dado o estado dos corpos, as vítimas só poderão ser identificadas por exames de arcada dentária. Além disso, os corpos terão que ser velados e sepultados em caixões de zinco.

Assembléia do PR aguarda corpos

O saguão de entrada do anexo administrativo da Assembléia Legislativa do Paraná está pronto para o velório de Martinez e dos dois amigos dele, João Luiz Goebel e André Surugi, que também morreram no acidente. Inúmeras coroas de flores cobrem o sagão.

De acordo com o irmão do deputado, Flávio Martinez, a família está confortada com tanto carinho recebido, “o que só vem confirmar que ele era um homem de bem”, disse. O velório do presidente do PTB reúne em Curitiba políticos e autoridades de todo o país.

O acidente

O avião monomotor que conduzia Martinez e dois amigos para Piçarras (SC) caiu na manhã de sábado em Guaratuba (PR), após deixar Curitiba. Ontem, o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica divulgou uma nota afirmando que “o fato de o piloto ter alterado sua trajetória de vôo, sem serviço de controle radar e sem comunicação rádio, em condições de mau tempo na área, inegavelmente, poderá ter representado uma diminuição dos níveis de segurança do vôo”. Segundo familiares de Martinez, o piloto Cláudio Luz era experiente.

A Aeronáutica disse que o monomotor havia decolado com plano de vôo de Curitiba direto para Navegandes, em Santa Catarina. No entanto, após decolar, o piloto teria informado o controle de Curitiba que, para evitar o mau tempo, ele sobrevoaria a “proa de Paranaguá”. Depois, teria avisado que “iria baixar em condições de vôo visuais e prosseguir, via litoral, para o aeroporto de Navegantes”.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou ida a Curitiba para participar do velório de Martinez. Antes da cerimônia, Lula irá à residência da família do presidente do PTB dar os pêsames. Também devem ir os ministros José Dirceu, Walfrido Mares Guia e Ciro Gomes.