Corpo do jornalista, Andrea Carta, está sendo velado no Cemitério São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 16 de setembro de 2003 as 17:15, por: cdb

O corpo do jornalista Andrea Carta, de 44 anos, está sendo velado no Cemitério São Paulo. Ele morreu na madrugada desta terça-feira, por volta das 2h. A polícia está investigando as condições em que ocorreu a morte.

Andrea Carta caiu do quinto andar do apartamento de Rogério Fasano, um dos sócios do Hotel e Restaurante Fasano, recentemente inaugurado no luxuoso bairro dos Jardins. Rogério e Andrea eram amigos de infância.

O pai de Rogério, Fabrizio Fasano, era amigo intimo do pai de Andrea, Luiz Carta. Os dois, juntamente com Domingo Alzugaray, foram fundadores da Editora Três. Andrea havia jantado com Rogério no restaurante Fasano e teria tomado várias garrafas de vinho.

Á certa altura, por volta da meia noite, já embriagado, começou a falar alto e a incomodar outras pessoas no restaurante. Rogério sugeriu que ele parasse de beber e fosse para casa dormir. Ele conseguiu convencer Andrea a ir para casa, com seu motorista. Depois disso, Rogério foi para seu apartamento.

Quinze minutos depois, chegou Andrea, que não quis ficar em casa. Pelo interfone, Rogério autorizou Andrea a subir em seu apartamento. Andrea gritava que queria tomar mais uma garrafa de vinho, a que Rogério não deixou que ele tomasse no restaurante. Rogério não queria servir, porque Andrea já havia bebido demais.

Andrea, então, disse que iria se matar e subiu no parapeito do apartamento. Desequilibrou-se e caiu. Ele ainda se pendurou na grade do ar condicionado e ficou pendurado. Rogério tentou salvar o amigo, jogando uma manta para que Andrea se segurasse, mas ele caiu do quinto andar e morreu por volta das 2h da madrugada.