Corinthians tem arma russa para vencer altitude na Bolívia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de março de 2003 as 16:56, por: cdb

Até o dia 9 de abril, data do jogo contra o Strongest, na Bolívia, pela Copa Libertadores, os jogadores do Corinthians passarão uma hora por dia respirando através de um aparelho russo.

Trata-se do GO2 Altitude, desenvolvido por Alexei Korolev e que garantirá fôlego ao elenco quando o Timão disputar jogos acima do nível do mar.

Nesta quinta-feira, a comissão técnica do alvinegro permitiu que os fotógrafos registrassem a inovadora preparação do time. Segundo o fisiologista Renato Lotufo, é a primeira vez que uma equipe brasileira utiliza o aparelho, emprestado pela Universidade Federal de Santa Maria (RS).

“A máquina simula a atmosfera em altitudes variadas, mudando a taxa de oxigênio que o atleta respira com uma máscara”, explicou. “Quando adaptado, o jogador mantém a quantidade de oxigênio no sangue e não tem sensação de falta de ar”, acrescentou.

Além de La Paz (3.600 metros), ainda na primeira fase, o Corinthians enfrentará a altitude também na Cidade do México (2.300 metros), dia 26 de março, contra o Cruz Azul. Porém a primeira é a que mais preocupa.

De acordo com os atletas, fica difícil respirar durante as sessões. “Você puxa o ar e não vem quase nada”, afirmou Jorge Wagner. “Mas isso, com certeza, irá ajudar muito a gente”.