Coréia do Norte tem plutônio para sete bombas nucleares

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 26 de outubro de 2006 as 13:11, por: cdb

A Coréia do Norte pode ter extraído até 50 quilos de plutônio e está trabalhando para miniaturizar aparatos nucleares para instalação em mísseis balísticos, disse nesta quinta-feira um legislador sul-coreano, citando um relatório do Ministério da Defesa. A quantidade seria suficiente para até sete armas nucleares, diz o relatório. A Coréia do Norte provavelmente teria capacidade de fabricar uma bomba nuclear de duas ou três toneladas, mas precisa diminuí-la para uma tonelada para poder instalar em mísseis, de acordo com o relatório.

O Ministério da Defesa recusou-se a falar sobre o conteúdo do relatório, que foi divulgado para a mídia pelo legislador Song Young-sun nesta quinta-feira, mas confirmou que um estudo sobre o assunto foi revisado pelo ministério e por autoridades de comando em encontro no dia 10 de outubro. O encontro foi realizado um dia depois que a Coréia do Norte detonou um aparato nuclear, em desafio às advertências internacionais, o que provocou uma resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) com sanções financeiras e de armas.

O legislador disse que o relatório foi feito com base em estimativas do ministério sobre as atividades nucleares registradas na Coréia do Norte.

– Nossa análise, que esperamos ser verdadeira, é de que a Coréia do Norte não tem o nível de tecnologia de uma potência nuclear avançada. Mas a quantidade de plutônio necessária para fabricar uma arma nuclear varia muito, dependendo da tecnologia do país – explicou Kim Tae-woo, especialista em proliferação do Instituto de Análise de Defesa da Coréia, em Seul.