Copa do Mundo pagou as despesas e deu um lucro de 24 milhões para a Adidas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 7 de agosto de 2002 as 10:26, por: cdb

A Adidas-Salomon, segunda maior fabricante mundial de materiais esportivos, depois da Nike, anunciou um inesperado aumento de seus lucros, beneficiada pelas vendas durante a Copa do Mundo, competição da qual foi patrocinadora. O lucro líquido da companhia, no segundo trimestre, aumentou quatro por cento, para 24,22 milhões de dólares. Analistas entrevistados pela agência Reuters esperavam um declínio de quatro por cento, para menos de 23 milhões de dólares. As vendas subiram 10 por cento, totalizando cerca de 1,5 bilhão de dólares. “Esses são resultados muito bons, em todos os níveis, e devem representar uma boa performance das ações”, disse um analista da Merrill Lynch, Oscar Marcos. “A Copa do Mundo produziu um grande aumento no número de encomendas na Ásia, que parece realmente espetacular”. Além de ser uma das patrocinadoras da Copa do Mundo da Coréia do Sul e do Japão – que foi realizada de 31 de maio a 30 de junho – a Adidas teve sua marca estampada nos uniformes de 10 das 32 seleções que disputaram a competição.