Coordenador da campanha de Lula diz que Petrobras pode ‘sair da Bolívia’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 23 de outubro de 2006 as 19:51, por: cdb

A Petrobras pode sair da Bolívia. A informação foi dada, nesta segunda-feira, pelo coordenador da campanha do prsidente Luiz Inácio Lula da Silva à reeleição, Marco Aurélio Garcia. S não houver acordo entre o Brasil e o governo boliviano, a Petrobras sairá da Bolívia e cobrará indenização. Uma missão com funcionários do Itamaraty, da Petrobras e do Ministério de Minas e Energia está no país vizinho e diz que só vilta depois de fechado um acordo.

De acordo com Marco Aurélio, ou o governo boliviano indeniza a empresa ou o Brasil entrará com processo nos tribunais internacionais.

– Se houver um acordom,ótimo. Estabeleceremos um novo contrato, precisaremos migrar o contrato atual para outro contato. Se não houver acordo, a Petrobras se retirará da Bolívia. É muito simples. Ou ela será indenizada por vontade do governo boliviano ou ela será indenizada em funçãode decisões dos tribunais internacionais -, disse.