Controladores faltam a audiência

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 30 de outubro de 2006 as 14:55, por: cdb

O delegado da Polícia Federal Renato Sayão começaria a ouvir nesta segunda-feira os controladores de tráfego aéreo sobre a queda do Boeing da Gol, mas eles alegaram problemas de saúde e faltaram à audiência.

O avião da Gol caiu com 154 pessoas a bordo depois de colidir com um jato Legacy. Todos os ocupantes do Boeing morreram. O Legacy, da empresa norte-americana ExcelAire, conseguiu pousar na base aérea da serra do Cachimbo, apesar de danos na asa. Nenhum dos sete ocupantes se feriu.

O acidente é investigado por uma comissão de autoridades brasileiras e estrangeiras do setor; pela Polícia Civil de Mato Grosso e pela PF. Os dois últimos órgãos deverão pedir a prorrogação do prazo para conclusão dos inquéritos.

A caixa de gravação de voz do Boeing deverá ser aberta nos próximos dias. As análises das gravações do Boeing e do Legacy estão sendo feitas no Canadá. Sayão reivindica acesso ao conteúdo das gravações, negado pela Aeronáutica.