Conselhos profissionais devem combater preconceitos, diz coordenadora do MPT

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 28 de junho de 2012 as 07:51, por: cdb

A coordenadora Nacional de Promoção, Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho do Ministério Público do Trabalho, Andréa Nice Lopes, disse há pouco que todos os regramentos de conselhos profissionais devem obedecer ao princípio constitucional da igualdade.

Assista à audiência ao vivo

“Não devemos dissociar o trabalhador da pessoa humana, mas combater a discriminação e a desigualdade”, disse.

Ele participa de audiência pública da Comissão de Seguridade Social para discutir o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 234/11, do deputado João Campos (PSDB-GO), que susta a aplicação de dois dispositivos da Resolução 1/99 do Conselho Federal de Psicologia, que orientam os profissionais da área a não usar a mídia para reforçar preconceitos contra os homossexuais nem propor tratamento para curá-los.

O debate foi sugerido pelo relator da proposta, deputado Roberto de Lucena (PV-SP), que quer subsídios para elaborar seu parecer.

A audiência ocorre na data em que se comemora o Dia do Orgulho LGBT. O debate continua no Plenário 7.

Continue acompanhando esta cobertura.

Íntegra da proposta:PDC-234/2011Reportagem – Tiago Miranda
Edição – Natalia Doederlein