Conselho fixa teto de taxas de empréstimos a aposentados

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 31 de maio de 2006 as 12:34, por: cdb

O Conselho Nacional de Previdência Social aprovou nesta quarta-feira o teto de 2,9% para as taxas de juros dos empréstimos consignados a aposentados e pensionistas. Isso representa uma redução de quase 10% em relação à média ponderada das taxas cobradas pelos bancos conveniados com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para oferecer essa modalidade de crédito. O limite foi aprovado com apenas um voto contrário, de um representante dos bancos.

Na reunião, também ficou acertado que o teto será revisto pelo conselho nos próximos dois meses. Segundo o ministro da Previdência Social, Nelson Machado, o limite foi definido para permitir que as taxas caiam, mantendo-se a oferta do crédito.

Na terça-feira, Machado e o ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, encontraram-se com representantes dos bancos para chegar a uma solução e evitar que o teto fosse estabelecido. A reunião terminou sem que houvesse acordo.

O conselho é formado por representantes do governo, dos aposentados e pensionista, de sindicatos e dos bancos cadastrados no INSS.