Congo é palco de violência antes da chegada de força de paz

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de junho de 2003 as 15:36, por: cdb

Duas cidades próximas de Bunia, leste da República Democrática do Congo, foram atacadas na última terça-feira, a poucos dias da chegada dos primeiros oficiais de uma força de manutenção da paz.

– A cidade de Jo foi atacada ontem e casas foram incendiadas. O mesmo ocorreu em Nyamamba – afirmou nesta quarta-feira por telefone Kisembo Bitamara, porta-voz do Partido para a Unidade e a Salvaguarda da Integridade do Congo (Pusic).

Segundo Bitamara, os criminosos são da etnia Lendu e foram “apoiados” pelo Exército governamental de Kinshasa. As duas cidades ficam próximas do lago Albert, que faz fronteira com Uganda.

Os confrontos opõem os membros do Pusic, movimento Hema ligado a Uganda, e combatentes lendus. Os hemas são a etnia minoritária no distrito de Ituri, enquanto os lendus são majoritários.

Nesta quarta-feira, a União Européia (UE) decidiu enviar uma força de manutenção da paz para a República Democrática do Congo (antigo Zaire), informaram fontes diplomáticas.

A força, sob o comando da ONU (Organização das Nações Unidas), terá 1.500 oficiais e reforçará a missão das Nações Unidas no país africano.