Confronto entre manifestantes e policiais deixa seis pessoas feridas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de março de 2007 as 18:24, por: cdb

O confronto entre manifestantes e policiais da Tropa de Choque na Avenida Paulista, no Centro de São Paulo, nesta quinta-feira, já deixa pelo menos seis pessoas feridas. O protesto contra a visita do presidente dos EUA, George W. Bush, ao Brasil, reúne pelo menos seis mil pessoas na tarde desta quinta e fecha parte da avenida.

Uma mulher ficou com a perna direita ferida por estilhaços de bombas na altura do Museu de Artes de São Paulo (Masp). Ela estava na pista sentido Consolação quando foi ferida.
O fotógrafo Caetano Barreira, que trabalhava na manifestação, foi atingido por um pedaço de madeira no nariz, e também ficou machucado. O manifestante Pedro Pinheiro, de 20 anos, estava com o cotovelo machucado por causa de um golpe que ele afirma ter sido disparado por um policial.

Um casal de namorados que participava da manifestação também ficou ferido com estilhaços de bombas. A estudante Marília Gabriela Garcia, de 22 anos, ficou ferida nas costas e o professor Wilson Borges Filho foi atingido nos dois braços. O sexto ferido é uma 2º tenente da Polícia Militar, identificada como Camila, que levou uma pedrada na cabeça.