Conferência sobre biodiversidade aponta lições deixadas pelo maremoto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de janeiro de 2005 as 08:47, por: cdb

A conferência internacional sobre a biodiversidade foi inaugurada nesta segunda-feira na sede da Unesco em Paris com um pedido para que os dirigentes políticos não repitam os erros cometidos durante a tragédia do maremoto na Ásia.

– É uma das lições da tsunami. – declarou o diretor-geral do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Klaus Toepfer.

– Os arrecifes coralinos e os mangues podem desempenhar um papel de tampão contra as catástrofes naturais. – disse.

– Os primeiros relatórios indicam que as zonas que haviam preservado ecossistemas em bom estado, como os bosques de mangues, resistiram melhor àquelas de florestas degradadas. – afirmou Hamdallah Zedan, secretário executivo da convenção sobre a biodiversidade biológica.

A conferência, que segue até o dia 28 de janeiro, tem o objetivo de despertar a atenção da opinião pública para a degradação acelerada dos ecossistemas.