Concordes fazem último vôo comercial

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 24 de outubro de 2003 as 10:46, por: cdb

Mais de 250 mil pessoas devem se dirigir ao Aeroporto Heathrow, em Londres, para acompanhar a última aterrissagem dos últimos três aviões Concorde que ainda estão na ativa. Depois de 27 anos, o grupo de supersônicos – famosos por voarem duas vezes mais rápido do que os convencionais – vai ser aposentado de vez.

Os três últimos Concordes em funcionamento chegam às 16h00 desta sexta-feira (horário local) a Londres. Dois deles acabam de sair de Nova York. O terceiro sairá do próprio Aeroporto Heathrow, fará um vôo curto sobre o Atlântico e retornará no mesmo horário que os demais.

Como manda a tradição do vôo derradeiro, na decolagem, os aviões que saíram de Nova York passaram por imensos arcos feitos por jatos de água coloridos de azul, vermelho e branco, as cores das bandeiras dos países por onde eles voavam: França, Inglaterra e Estados Unidos.

O Concorde sofreu um duro golpe em sua credibilidade em julho de 2000, quando uma das aeronaves, da Air France, caiu logo após a decolagem, no subúrbio de Paris, matando 113 pessoas. Com os ataques de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, a Airbus, que fabricava as peças de reposição das aeronaves, entrou em recessão e anunciou o fim dos contratos de manutenção da família Concorde.