Companhias aéreas chinesas preparam os primeiros vôos para Taiwan

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 17 de janeiro de 2005 as 07:06, por: cdb

As grandes companhias aéreas chinesas já iniciaram os preparativos para os primeiros vôos diretos (sem escala) entre China e Taiwan desde 1949, informou hoje, segunda-feira, a imprensa local.

– Já temos tudo pronto para vôos charter de ida e volta, sem escala, incluindo as pesquisas de mercado, a tripulação e os serviços a bordo. – declarou Cai Zhizhou, funcionário da China Southern Airlines, uma das quatro grandes linhas estatais do país.

Segundo Cai, ainda ficam pendentes alguns aspectos, como as rotas aéreas ou os serviços em terra, que serão solucionados de acordo com as autoridades aéreas da ilha de Taiwan, antes que se iniciem os históricos vôos, no próximo 29 de janeiro.

Por causa do Ano Novo chinês (9 de fevereiro), seis companhias aéreas chinesas e outras tantas taiuanesas poderão realizar vôos diretos entre o continente e a ilha, passando só pelo espaço aéreo de Hong Kong mas sem fazer escala, para levar para casa milhares de empresários taiuaneses que vivem e trabalham na China.

Embora as autoridades não tenham anunciado quais serão as seis companhias aéreas chinesas com direito a voar a Taiwan, os analistas apostam por Air China, China Southern, China Eastern, Xiamen Airlines e, possivelmente, Hainan Airlines e Xangai Airlines.

As companhias aéreas taiuanesas, por sua parte, expressaram o temor que o acordo tenha sido alcançado muito tarde e, em apenas 14 dias, seja impossível encher os aviões, já que muitos empresários taiuaneses já terão comprado seus bilhetes através de Hong Kong.

As cidades chinesas de Pequim, Xangai e Cantão serão lugares de partida dos vôos, que poderão aterrissar nos aeroportos de Taipé e Kaohsiung, em Taiwan, segundo o acordo obtido no fim de semana passado.

No total serão 48 vôos de ida e volta, que semearão uma semente no difícil caminho da reconciliação entre China e Taiwan, segundo analistas da Academia Chinesa de Ciências Sociais (CASS, siglas em inglês) entrevistados por um jornal local.