Comissário europeu diz que Grécia e credores estão perto de acordo sobre dívida

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 27 de janeiro de 2012 as 12:05, por: cdb

Roberta Lopes *
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O comissário europeu para os Assuntos Econômicos e Monetários, Olli Rehn, disse hoje (27) que a Grécia e credores privados estão perto de chegar a um acordo sobre a dívida do país. Rehn disse esperar que o acordo seja fechado este fim de semana.

“Estamos muito perto. Eles estão prestes a chegar a acordo, se não hoje, talvez durante o fim de semana, de preferência em janeiro, antes de fevereiro”, disse em um debate na Conferência do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

No mesmo debate, Wolfgang Schaeuble, ministro das Finanças da Alemanha, afirmou que Berlim não espera que a Grécia deixe de pagar credores, mas frisou a importância de o país reduzir a a dívida pública para no máximo 120% do Produto Interno Bruto (PIB).

“Não esperamos a falência da Grécia. Sei que a maioria dos participantes [no painel] espera isso, há muito tempo, mas eu não espero. Tenho a certeza de que todos estão prontos para fazer o que foi acordado”, referiu.

As negociações ainda não chegaram a qualquer conclusão porque Atenas quer pagar juros mais baixos do que os credores (fundos, bancos e seguradoras) querem.

A atual rodada de negociação entre Atenas e os credores privados – a terceira delas – visa a um acordo para o perdão voluntário de 100 bilhões de euros dos cerca de 350 bilhões de euros do total da dívida grega.

A Grécia é o país da zona do euro que mais sofre com a crise financeira internacional. O governo já fez pacotes de reestruturação financeira para reequilibrar a dívida grega. A população tem protestado contra as medidas de austeridade.

Edição: Talita Cavalcante