Comissão aprova gratuidade de água em aviões, trens, ônibus e navios

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 31 de agosto de 2011 as 09:52, por: cdb

Brizza CavalcanteRamalho: algumas empresas só dão água para quem está passando mal.

A Comissão de Defesa do Consumidor aprovou nesta quarta-feira o Projeto de Lei 838/11, do deputado Felipe Bornier (PHS-RJ), que obriga as empresas aéreas brasileiras a fornecer água gratuitamente aos passageiros.

A proposta foi aprovada com emenda do deputado José Carlos Araújo (PDT-BA) que estende a obrigatoriedade aos demais meios de transporte (ferroviário, rodoviário e naval), exceto em viagens urbanas.

Bornier argumenta que impor barreiras ao acesso a água potável atenta contra a dignidade da pessoa humana e, portanto, afronta um dos fundamentos da Constituição. Ele concorda com a cobrança por comida e outras bebidas, mas diz que essa prática não pode ser estendida à água.

O relator, deputado Dimas Ramalho (PPS-SP), afirma que, em algumas empresas, o passageiro só recebe água de graça se estiver passando mal. “Se precisar apenas ingerir um remédio, ganha ‘dois dedos’ de água, e os demais estão pagando por ela”, acrescenta.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:PL-838/2011Da Redação/WS