Comissão adia mais uma vez votação da reforma política

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 16:27, por: cdb

Iolando Lourenço
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A votação do relatório do deputado Henrique Fontana (PT-RS) sobre a reforma política foi mais uma vez adiada em função da falta de acordo em torno do texto apresentado pelo relator. Representando o PMDB na comissão, o deputado Eduardo Cunha (RJ) manteve a obstrução que vem fazendo nas últimas semanas para a votação do parecer de Fontana.

Eduardo Cunha chegou a propor a votação do parecer artigo por artigo, ou então a votação por temas da reforma proposto pelo relator. Ele acusou Fontana de ter feito um texto que não atende aos integrantes da comissão. “Não há entendimento sobre o texto. O relatório é uma colcha de retalhos”, disse.

Henrique Fontana rebateu as criticas de Cunha e declarou que o seu relatório foi negociado e discutido com todos os integrantes da comissão, embora alguns não concordem com certos pontos da proposta. “O relatório pode receber todas as críticas, mas ele não é uma colcha de retalhos. Ele tem começo, meio e fim”.

Com a falta de acordo para a votação, o presidente da comissão, deputado Almeida Lima (PPS-SE), encerrou os trabalhos e convocou nova reunião do colegiado para as 14 horas de terça-feira (3) da próxima semana a fim de, mais uma vez, tentar votar o relatório de Fontana.

 

Edição: Aécio Amado