Comandante do Batalhão de Choque é exonerado devido à fuga de traficante

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 29 de maio de 2003 as 14:35, por: cdb

O comandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar, coronel Jorge Duarte, foi exonerado por determinação do secretário de Segurança Pública, Anthony Garotinho, devido à fuga, pela porta da frente, do traficante e seqüestrador Cláudio Roberto Pacheco, do quartel da PM, no centro do Rio.

Susuquinha, como é conhecido, seria ligado à facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC) e ocupava a mesma cela em que ficou preso o traficante Fernandinho Beira-Mar. O traficante é acusado de matar a diretora de Bangu I Sidnéya Santos de Jesus, em 2001.

Garotinho também determinou a prisão dos guardas que estavam de plantão de madrugada e do oficial de dia.