Comandante de cargueiro disse que viu traineira

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 23 de outubro de 2006 as 19:45, por: cdb

O comandante do cargueiro Roko, o russo Vladimirs Gruserviskis, disse hoje à Polícia Federal que viu o momento em que a traineira fez uma guinada brusca em direção ao navio, provocando o acidente que deixou oito mortos na Baía de Guanabara na semana passada. Os trabalhos para o içamento do barco foram interrompidos no fim da tarde por causa dos fortes ventos e mar agitado.

– O comandante disse que o pesqueiro vinha no sentido contrário e, quando estava a cerca de 70 metros do navio, virou bruscamente. Ele disse ainda que retrocedeu as máquinas, mas não conseguiu evitar o acidente -, contou o delegado federal Carlos Pereira, que preside o inquérito criminal.

O delegado ouviu Gruserviskis informalmente durante visita ao Roko. O comandante russo contou a Pereira que “sentiu e viu o abalroamento”.

– Ainda será esclarecido se ele tentou atuar no resgate das vítimas -, afirmou.

Segundo o delegado, será levada em consideração denúncia do sindicato dos mergulhadores de que os empregados da Tecsub, empresa contratada para atuar nas obras do emissário submarino da Barra, tinham jornada de trabalho excessiva.