Comandante americano admite mudança de estratégia no Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 10 de novembro de 2006 as 21:10, por: cdb

Os comandantes militares dos Estados Unidos estão avaliando a situação no Iraque e podem mudar sua estratégia, admitiu nesta sexta-feira o general Peter Pace, chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, um dia após a renúncia de Donald Rumsfeld.

– Não esperamos seguir um plano talhado em pedra, sem levar em conta a evolução dos acontecimentos -, disse o general Pace.

O novo secretário da Defesa deverá resolver questões fundamentais como o aumento ou redução do contingente americano no Iraque ou se haverá uma nova ofensiva contra os rebeldes.

O general Pace não deu detalhes sobre as recomendações que o Estado-Maior fará ao novo secretário de Defesa, o ex-diretor da CIA Robert Gates, mas disse que os dois comandantes responsáveis pela guerra no Iraque -generais John Abizaid e George Casey- observam detalhadamente a atividade de suas tropas.

– Temos que dar uma boa e honesta revisão sobre o que funciona e o que não funciona (na campanha iraquiana), quais são os impedimentos para o progresso e o que devemos mudar no que estamos fazendo para chegar ao nosso objetivo – , destacou Pace em entrevista à rede de televisão CBS.

Funcionários do Pentágono indicaram que Pace ordenou a formação de um grupo de estudo no Estado-Maior, que deverá produzir um relatório em 60 dias.