Com excelente campanha, defesa do Ituano fala sobre rendimento do elenco

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 31 de agosto de 2011 as 16:07, por: cdb

Com um belo desempenho nessa Copa Paulista de Futebol, o Ituano tem a defesa menos vazada da competição com apenas três gols sofridos. No Campeonato Paulista da Série A1 a equipe de Itu teve umas das piores defesas, sofrendo 33 gols, média de 1,73 gols por partida. Porém, o último gol sofrido na Copa Paulista foi diante do Itapirense dia 30 de julho.

O capitão e zagueiro da equipe, César Gaúcho, explica como o time vem se defendendo dentro de campo. “O time está muito equilibrado em todos os setores. A marcação não fica só atrás. Começa com os atletas da frente e nos ajuda muito”, comentou o camisa três.

Além de César Gaúcho, o goleiro Ricardo também explica que quando a equipe está sem a bola a proteção não fica só na defesa e também do meio de campo para frente. “Nunca fiquei tanto tempo sem tomar gol. É difícil. Tenho que contar com a ajuda do sistema defensivo. Principalmente dos dois zagueiros, o César e o Anderson Salles que além de defender vem fazendo os gols. No meio de campo ainda tenho a proteção do Alan Mota e do Bruno. Enfim, é um conjunto que tem dado resultado e nós não estamos sofrendo gols”, afirmou o goleiro.

O Ituano disputou oito partidas na competição, tendo sete vitórias e um empate. Tudo isso é devido ao entrosamento da equipe, que em quase todos os jogos iniciou com a mesma formação. “Isso facilita muito. Você começa a conhecer os companheiros e as características de cada um. O César e o Salles se entrosaram e um ajuda o outro na disputa de bola aérea. Estamos sempre posicionando eles também, para que as coisas fluam da melhor forma possível. Há um entrosamento natural. Um fala, e o outro entende rapidamente”, ressaltou Ricardo.

Nesse sábado (03) o Ituano recebe o XV de Piracicaba às 15h em Itu. A equipe do técnico Ruy Scarpino está na primeira posição do Grupo 03 com 22 pontos ganhos. E para essa partida César Gaúcho espera a presença da torcida. “Fiz questão junto com os companheiros de agradecer a presença do torcedor no último jogo em Sorocaba. Queremos eles no sábado no Novelli Júnior”, disse o jogador.