Com dois de Borges, Santos arranca empate do Inter-RS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 31 de agosto de 2011 as 23:05, por: cdb

Em recuperação na tabela, o Santos foi ao Beira Rio na noite desta quarta-feira (31) e, depois de estar perdendo por 3 a 0, empatou com o Internacional por 3 a 3, em duelo válido pela 20ª rodada do Brasileirão, abrindo o returno da competição.

 

Os donos da casa, determinados a se reabilitarem da derrota no Grenal, atacaram o Santos desde os primeiros minutos. Oscar iniciou bom lance pela esquerda, fez o cruzamento, mas a defesa santista cortou para escanteio. Na cobrança, Andrezinho levantou na área, a defesa afastou parcialmente e Elton pegou o rebote. Em novo cruzamento pelo alto, nas costas da defesa santista, Bolívar apareceu livre para cabecear e abrir o placar.

 

O Santos tentou alguns lances, mas Neymar, bem marcado, não conseguia criar oportunidades claras de gol. O Colorado seguia descendo com velocidade e em uma jogada de Nei, pela direita, o lateral foi à linha de fundo e cruzou na área para Leandro Damião, que cabeceou no contrapé de Rafael e marcou o segundo gol do Inter, aos 18 minutos.

 

Os gaúchos não abdicaram do campo ofensivo e aproveitaram a apatia do Peixe para controlar o jogo até a chegada do intervalo.

 

No segundo tempo, em vantagem no marcador, o Inter passou a valorizar a posse de bola. Logo aos três minutos, Delatorre recebeu na direita de ataque, invadiu a área e foi derrubado por Edu Dracena. O árbitro mandou seguir e aplicou cartão amarelo no atacante. Depois do susto, o Santos foi crescendo aos poucos no duelo, mas pecava no último passe.

 

Num bom lance pela direita, Delatorre afastou mal e Ganso, livre de marcação, pegou o rebote, ajeitou e mandou a bomba, que passou com perigo à esquerda de Muriel. O Colorado voltou a concentrar o jogo no ataque e em escanteio cobrado pela direita, Oscar foi atropelado na área: pênalti. Ele mesmo foi para a cobrança aos 26 minutos, e fez o terceiro dos donos da casa.

 

O Peixe reagiu em jogada de Alan Kardec, pela direita. Ele encarou a marcação e levantou na área para Borges, que cabeceou firme e descontou para o time da Vila. Pouco depois, em nova boa jogada do Peixe, Borges retribuiu o passe para Alan Kardec, que bateu rasteiro, de primeira, e marcou o segundo gol santista.

 

Com o susto, Dorival Júnior sacou Oscar para a entrada de Sandro Silva com o objetivo de garantir o resultado. O recuo do Colorado foi fatal. Borges insistiu pela esquerda, fez fila na defesa adversária e encheu o pé no canto esquerdo de Muriel, para empatar a partida e levar um ponto de Porto Alegre.

 

No próximo domingo (4), o Internacional enfrenta o Ceará, no Presidente Vargas, em Fortaleza, enquanto o Santos, que solicitou adiamento da partida contra o Botafogo, só volta a jogar no dia 07 de setembro, contra o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis.             

 

Ficha técnica

Internacional-RS 3 x 3 Santos

Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA); 
Assistentes: José R Dias da Hora (BA) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA);
Quarto árbitro: Marcio C Brum Coruja (RS);
Data: 31 de agosto, as 21h50;
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Internacional-RS: Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Guiñazu, Élton, Andrezinho (João Paulo) e Oscar (Sandro Silva); Dellatorre (Ilsinho) e Leandro Damião.
Técnico: Dorival Júnior.

Santos: Rafael; Pará (Alan Kardec), Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano (Felipe Anderson), Henrique, Danilo e PH Ganso; Neymar e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho.

Gols: Bolívar (INT), aos 7, Leandro Damião (INT), aos 18 minutos do primeiro tempo; Oscar (INT), aos 26, Borges (SAN), aos 30, e Alan Kardec (SAN), aos 35, Borges (SAN), aos 40 minutos do segundo tempo.

CA: Bolívar, Índio, Delatorre, Elton e Leandro Damião (INT); Léo, Edu Dracena e Durval (SAN)