Coluna do Sérgio Nogueira Lopes

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 14 de fevereiro de 2005 as 12:29, por: cdb

Advertência
Está demais. Novo estudo divulgado pelo Fundo Monetário Internacional  faz duras críticas ao sistema financeiro no Brasil. Adverte que os dez  maiores bancos brasileiros concentram quase todos os depósitos e  investimentos. O FMI reclama especificamente dos juros altos. Também a  revista britânica “The Economist” questiona os juros no Brasil, dizendo  que o
 Banco Central pode estar exagerando na dose. Depois de prever que o  crescimento econômico vai ser menor neste ano, “The Economist” adverte  que as exportações devem cair, em parte porque os altos juros elevaram o  valor do real. Mesmo assim, o Banco Central deve subir a taxa Selic mais  uma vez. Afinal isto é o que sustenta o Estado Brasileiro: juros altos e impostos elevados. Em suma: a mão no bolso do povo.
 
 
Chapa branca
Assim que voltar do recesso, a Câmara vai analisar projeto do deputado  Edson Duarte (PV-BA), que torna obrigatória a exibição, em veículos  oficiais, de telefone e endereço eletrônico, para recebimento de  denúncias sobre má utilização do automóvel. Vamos aguardar um projeto que acabe com os automóveis oficiais.
 
 
Assaltante
Na Áustria, uma senhora de 80 anos foi condenada por apontar uma arma de  brinquedo a um caixa de banco e anunciar um assalto. A acusada, cujo nome  não foi revelado, diz que tudo não passou de uma brincadeira. Ela afirma  que estava se divertindo ao apontar o revólver de plástico. O tribunal  regional a condenou a pagar multa de 360 euros (cerca de R$
 1.200),  porque lá brincadeira tem hora. Que pena. Uma velhinha de humor invejável.
 
Falatório
Um dos temas mais importantes do Congresso este ano é a reforma da  tramitação de medidas provisórias. Partidos como o PFL e o PSDB alegam  que o governo abusa das medidas provisórias, o que é uma verdade. Mas  acontece que o relator da proposta é o deputado Sigmaringa Seixas, da  bancada do PT, e ele não está querendo mudar nada. Não pretende sequer  fixar critérios que definam melhor a urgência e a relevância, que são  exigências constitucionais para justificar MPs. Ou seja, puro falatório.
 
 
Empacotador
A Câmara dos Deputados pode tornar obrigatória a contratação de  empacotadores por supermercados e estabelecimentos similares que tenham  mais de três caixas registradoras. A exigência é tema de projeto do  deputado Jamil Murad (PCdoB-SP). “A contratação de empacotadores pelos  supermercados é vantajosa, pois abre empregos, agiliza o atendimento e  diminui o descontentamento de clientes”, alega Murad, cheio de razão. Só no Brasil se pensa em projetos dessa natureza. Em outros lugares do mundo se trabalha, produz e há lucros.
 
Ruídos
A Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia ouve hoje (dia 15) o  depoimento da fonoaudióloga Maria do Carmo Gargaglione, no processo  disciplinar contra o deputado Alessandro Calazans (sem partido) –  suspeito de quebra de decoro parlamentar. Maria do Carmo foi contratada  pelo advogado do parlamentar,  Michel Assef, para analisar as fitas  gravadas por emissários do bicheiro Carlinhos Cachoeira, que  comprometeriam Calazans. Segundo a fonoaudióloga, as gravações apresentam  descontinuidade e ruídos que comprovariam edição ou montagem. É …
 
 
Jackson
O julgamento do cantor Michael Jackson poderá durar até seis meses,  segundo o juiz Rodney Melville. Só para escolha dos jurados que vão  avaliar as acusações de abuso sexual de um menor de idade feitas contra o  cantor, têm de ser entrevistadas 750 pessoas, das quais apenas 12 serão  escolhidas – de comum acordo entre a  promotoria e a defesa. Como dizia o  sambista Moreira da Silva, é “um suspense de matar o Hitchcock”.
 <