Coluna do Sérgio Nogueira Lopes

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 1 de fevereiro de 2005 as 12:59, por: cdb

1-Cartões
 
A Secretaria de Direito Econômico (SDE) está instaurando sucessivos processos administrativos contra operadoras de cartões de crédito. Motivo: na briga por faturamento, elas enviam aos clientes cartões não solicitados. Os novos processos são contra a Finivest, Credicard e Real, operadoras  denunciadas pelo Procon de Santa Catarina, pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e por consumidores. Mas o pior mesmo são os juros que estão cobrando dos clientes incautos.
 
2-Extintor
 
Era só que faltava. Depois de obrigar os motoristas a fazer um curso de direção defensiva e primeiros socorros na hora de renovar a carteira de habilitação, gastando mais R$ 65 e perdendo 15 horas, o Conselho Nacional de Trânsito (Contrani) acaba de criar mais um ônibus para os proprietários de veículos. Daqui por diante, terão que adquirir um extintor de incêndio mais sofisticado e também mais caro: custa cerca de R$ 90, contra os R$ 25, em média, do atual. A substituição dos extintores renderá R$ 3,15 bilhões aos fabricantes.
 
3-Acabou
 
A empresa francesa Michelin foi obrigada a recolher do mercado seu consagrado guia dos melhores restaurantes, no qual uma nota “excelente” foi atribuída a um estabelecimento que sequer havia sido inaugurado. A decisão foi motivada por uma matéria do jornal beiga “Lê Soir”, denunciando que o restaurante Osiend Queen, na Bélgica, recebeu a classificação apesar de ter aberto suas portas várias semanas depois de publicado o roteiro gastronômico. Um vexame internacional.
 
 
 
4-Escolha
 
A grande indagação que se faz hoje na política é saber o destino dos  petistas e acabam de abandonar o partido. Irão para o P-Sol da senadora Heloísa Helena? Ou o PSTU de Ciro Garcia? Quem sabe, o PCO? Afinal, não faltam partidos desmembrados do PT. Além disso, sobram o PCdoB de Aldo Rebelo e o PCB, o chamado Partidão, que teima em sobreviver?
 
5-Disparate
 
A carga tributária do governo federal subiu quase um ponto percentual em 2004, passando para 24,03% do PIB. Ela também cresceu quando comparada com os 23,94% do PIB registrados no último ano do governo Fernando  Henrique Cardoso. Diante disso, a Organização das Cooperativas Brasileiras apresentou mandado de segurança contra a Receita Federal. O objetivo é impedir a aplicação do artigo 6º da Medida Provisória 232, que trata da tributação
 sobre os produtores rurais, que serão onerados em cerca de R$ 1,48 bilhão por ano. O imposto é uma nova afronta aos produtos.
 
6-Surdez
 
Na
 França, um em cada dez jovens já apresenta déficit auditivo, e em outros países a situação é semelhante. Na maioria dos casos, trata-se de traumatismo causado por ouvirem música em volume alto, seja em casa, em discotecas ou usando walkman. O tipo de lesão depende da pessoa, do tempo e da freqüência da exposição ao som alto. Mas até hoje nenhuma fábrica de equipamento de som se deu ao trabalho de advertir os usuários sobre os riscos de ouvir música em alto volume.