Colômbia prende jornalista da Venezuela

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de novembro de 2006 as 11:36, por: cdb

O correspondente da emissora de TV venezuelana TeleSur em Bogotá, Freddy Muñoz Altamiranda, foi detido por autoridades do Departamento Administrativo de Segurança (DAS), ao desembarcar no Aeroporto de El Dorado, vindo de Caracas. O jornalista continua preso desde a noite de domingo. Segundo informações preliminares dos advogados que integram a organização não governamental de direitos humanos Minga, a detenção ocorreu por ordem das autoridades de Barranquilla e o réu é acusado de promover “rebeliões e atos de terrorismo”. A ordem de prisão foi expedida em 10 de novembro.

As acusações, segundo a emissora, foram surpreendentes, pois Muñoz “tem desempenhado com profissionalismo e ética os seus feitos jornalísticos”, disse a emissora, em nota divulgada na manhã desta terça-feira. A prisão de um jornalista de uma emissora internacional “atenta contra o direito de liberdade de imprensa e significa uma manifestação de intimidação”, continuou a nota.

A TeleSur, ainda segundo o comunicado, “aguarda pelo esclarecimento dos fatos e espera que o interrogatório a ser promovido contra nosso correspondente seja transparente e de acordo com o direito internacional”, acrescentou. A emissora destacou uma equipe de advogados, liderada pela advogada Delcy Rodrigues, e de jornalistas para acompanhar o caso.

Freddy Altamiranda é um dos fundadores da TeleSur e correspondente da emissora na Colômbia desde o ano passado.