CNI lança Agenda Legislativa da Indústria para 2011 com prioridades do setor

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 29 de março de 2011 as 14:45, por: cdb

Luciene Cruz
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A Confederação Nacional da Indústria (CNI) lançou hoje (29) a Agenda Legislativa da Indústria 2011. A publicação contém 128 projetos de interesse do setor que tramitam no Congresso Nacional. A ideia é priorizar os temas que estimulam a competitividade da economia brasileira. A solenidade de lançamento contou com a participação de parlamentares, entre eles os presidentes da Câmara de Deputados, Marco Maia (PT-RS), e do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Segundo o presidente da CNI, Robson Andrade, a rápida aprovação no Congresso Nacional, estimularia a competitividade e o crescimento econômico do país. “Precisamos avançar rápido. O crescimento do país tem regime de urgência. A competitividade industrial depende principalmente do Congresso Nacional”.

Marco Maia disse que a CNI cumpre importante tarefa com as suas propostas. “A Agenda Legislativa da Indústria apresenta pautas de interesse do setor e também de interesse do país”. O parlamentar também ressaltou que o documento não será engavetado. “Queremos sair do óbvio e dar um passo à frente. Não basta apenas recebê-la, temos que tratá-la como prioridade. Me comprometo a fazer avançar acordos necessários para que projetos saiam do papel”.

Esta é a 16ª edição da Agenda Legislativa da Indústria. Dos 128 projetos, 21 foram destacados como prioritários. Destes, 11 tratam da redução de custos e oito abordam questões de segurança jurídica. Os dois restantes propõem a reforma de lei de licitações aplicação da regras de avaliação a produtos importados. O conteúdo da agenda foi elaborado com a participação de pelo menos 280 representantes de indústrias e 51 associações setoriais do país.

 

Edição: Rivadavia Severo

CNIEconomiaagenda legislativaindústriaprioridades da indústria