CNBB analisa eleições no Brasil e vê chances de Lula vencer no 1° turno

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 30 de setembro de 2002 as 18:27, por: cdb

Luiz Inácio Lula da Silva, nas pesquisas, está bem na frente dos outros candidatos e tem manifestado a esperança de ganhar já no primeiro turno. Expectativa difícil de se concretizar, mas possível, como mostram as pesquisas de opinião. Na feliz expressão do jornalista Clovis Rossi, no entanto, “pesquisa é o instantâneo de um momento, não o fim da história”. José Serra, candidato do Governo, que está, nas pesquisas de opinião, com aprovação em queda crescente, tentou se impor como o candidato para competir com Lula no segundo turno; para isto, usou de todos os meios para anular Ciro Gomes. Serra vai continuar a atacar Ciro mas deve se concentrar no “desmonte” de Lula, com medo que ele ganhe já no primeiro turno. Para os estrategistas de Serra, a prioridade é investir nos eleitores indecisos que oscilam entre os candidatos com chances de vitória. O ataque a Ciro já foi absorvido pelo eleitorado e não está mais surtindo efeito. Lula, no momento, é o alvo dos três Presidenciáveis que disputam um lugar no segundo turno, se houver – Serra, Ciro e Garotinho. Um aspecto novo, nas pesquisas do último final de semana (IBOPE e DATAFOLHA), mostra a mudança de eixo nas rejeições. Em ambas, Serra está com a rejeição maior e Lula entre as menores. Não é, por acaso, que os candidatos mais agressivos sejam os mais rejeitados. O preço do ataque é o aumento de rejeição.