Clima: Blair adverte para ‘conseqüências desastrosas’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 30 de outubro de 2006 as 12:31, por: cdb

Primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair advertiu, nesta segunda-feira, que a mudança climática pode ter conseqüências “desastrosas” para todo o planeta se não forem tomadas medidas urgentes para combatê-lo. Blair fez estas declarações por causa da publicação pelo Governo de Londres de um relatório alarmante sobre o impacto que o aumento das temperaturas pode ter sobre o crescimento econômico mundial.

Segundo o relatório Stern, assim chamado em referência a seu autor, Nicholas Stern, e que foi divulgado nesta segunda-feira pelo ministro do Tesouro, Gordon Brown, a falta de ação nesse âmbito pode chegar a custar à economia mundial até 20% do Produto Interno Bruto. Pelo contrário, tomar medidas urgentes para resolver o problema teria para o PIB mundial um custo de apenas 1%. O líder trabalhista disse que a perspectiva sobre a que o relatório alerta é “aterrorizadora” e acrescentou que os dados científicos sobre a contribuição das emissões de CO2 ao aquecimento não deixam lugar para dúvidas.

Segundo fontes do Governo britânico, Londres ainda acredita que os Estados Unidos, principal emissor do gás de efeito estufa, se convencerão da racionalidade econômica da luta e colaborarão com o resto do mundo na luta contra o aquecimento do planeta. Londres insiste em que é preciso acelerar as negociações internacionais sobre um documento que substitua o protocolo de Kioto para a redução do efeito estufa, negociações que começarão em novembro em Nairóbi sob o respaldo da ONU.