Cléo Pires é aplaudida por atuação em ‘Benjamim’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de setembro de 2003 as 03:41, por: cdb

A primeira sessão de gala da mostra competitiva Première Brasil do Festival do Rio foi testemunha do nascimento de uma atriz. A bela Cléo Pires debutou no cinema junto com ‘Benjamim’ e foi aplaudida por um Cine Odeon BR lotado na noite da última segunda-feira.

O filme de Monique Gardenberg levou um público de famosos à Cinelândia. Além da orgulhosa mãe de Cléo, Glória Pires, e de seu padrasto Orlando Morais, estavam na platéia Carolina Dieckmann, Dado Dolabella, Preta Gil, Priscila Fantin, Reynaldo Gianecchinni, Maitê Proença, entre muitos outros.
 
Caetano Veloso também prestigiou o filme, baseado no livro do amigo Chico Buarque e produzido por sua mulher, Paula Lavigne.

O elenco do longa atendeu ao pedido da diretora Monique e compareceu em peso à sessão. Danton Mello, Nelson Xavier, Guilherme Leme, Rodolfo Botino, e até mesmo o cantor Wando, que faz uma ponta, foram alguns dos presentes.
 
O toque de emoção ficou por conta de Paulo José, que revelou sorrindo:

– Eu vi esse filme antes e ele é muito bom.

Chamada ao palco, Cléo não disfarçou a timidez e apenas sorriu. Mas, da tela, durante a exibição, hipnotizou o público, com uma presença em cena impressionante.
 
Depois da sessão, elenco e convidados rumaram para uma festa em uma tenda armada em frente ao Copacabana Palace sobre as areias da praia. Já na Praia de Copacabana, Silvia Buarque comentou a adaptação para o cinema do livro do pai, que está de férias em Paris e não compareceu à sessão.
 
– Fiquei muito emocionada em relembrar a história do livro, que li há muito tempo. A adaptação foi fiel ao sentimento de melancolia do livro – disse Silvia, acrescentando que não representava a família Buarque.

– Vim porque sou amiga da Monique – disse.